CPI do Senado pede indiciamento de Fabio Schvartsman, ex-presidente da Vale, por homicídio culposo. Impunidade de Mariana se repetirá?

A Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado que investigou o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho recomenda o indiciamento por homicídio culposo de Fabio Schvartsman, ex-CEO afastado temporariamente, Gerd Peter Poppinga, ex-diretor de Ferrosos e Carvão, Luciano Sani, diretor-executivo de Finanças e outros 9 funcionários. Entre eles, está o geólogo César Augusto Grandchamp, que […]

Leia Mais

Artigo do Observatório sobre o caso da Vale em Brumadinho é traduzido e publicado em dois sites alemães

O artigo “A sirene novamente não tocou. A Vale precisa ser interditada”, publicado aqui no site em 26 de janeiro, logo após o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, foi gentilmente traduzido em alemão pela pesquisadora Petra Tapia, da Heinrich Böll Stiftung, uma das principais ONG’s da Alemanha. O primeiro a publicar foi o […]

Leia Mais

Estudo de 2010 já mostrava possibilidade de rompimento na barragem da Vale em Brumadinho

Washington Pirete da Silva, geotécnico da Vale há mais de 20 anos, apresentou em 2010 na Universidade Federal de Ouro Preto uma dissertação que analisou justamente a Barragem I da Vale no complexo da Mina do Feijão em Brumadinho, a mesma que rompeu no último dia 25. Intitulado “Estudo do potencial de liquefação estática de uma […]

Leia Mais

Vale não assume responsabilidade. Corpos são resgatados aos pedaços. Até quando a justiça será conivente?

A história se repete como tragédia, como farsa, como crime. Mais de 3 anos depois de Mariana, a postura da Vale segue exatamente a mesma: omissão, desfaçatez, escárnio. “A Vale não enxerga razões determinantes de sua responsabilidade. Não houve negligência, imprudência, imperícia”, afirma Sergio Bermudes, um dos principais advogados da Vale. “Por que uma barragem […]

Leia Mais

A sirene novamente não tocou: a Vale precisa ser interditada

Brumadinho não deixa dúvidas: a Vale precisa ser interditada. Todos as suas atividades paralisadas, seus processos revistos, seus sistemas de monitoramento analisados, suas barragens vistoriadas. Ou isto é feito ou a empresa comprovará que seu poder de influência pelo lucro é infinitamente maior do que a importância das vidas humanas, do meio ambiente, de políticas […]

Leia Mais