Sobre o Observatório

O Observatório da Mineração (ex-Miniver) surgiu em 2015 para oferecer análises independentes sobre todas as implicações do crime cometido pela Vale, BHP Billiton e Samarco em Mariana (MG) e em toda a extensão do Rio Doce e no Oceano Atlântico, atingindo milhões de pessoas e destruindo uma das principais bacias hidrográficas do país, o que se tornou um dos maiores crimes relacionados a barragens do mundo.

A partir disso, o Observatório passou a ser um portal permanente de jornalismo investigativo sobre toda a cadeia da mineração e suas inúmeras violações socioambientais.

Leia alguns artigos publicados no site:

Vale não assume responsabilidade. Corpos são resgatados aos pedaços. Até quando a justiça será conivente?

A sirene novamente não tocou: a Vale precisa ser interditada

3 anos do maior crime ambiental da história do Brasil: o que você precisa saber

Justiça abre brecha para livrar executivos da Samarco da responsabilidade por 19 homicídios

Mais de 1.000 dias depois, falta de punição e “novo acordo” entre Samarco/Vale/BHP e a justiça mostra que o crime compensa – e muito

Posição do Miniver ante a retomada de atividades da Samarco

Precisamos Falar Sobre os Royalties e as Metas do Plano Nacional de Mineração 2030

Sebastião Salgado, o patrocínio da Vale e a “salvação” do Rio Doce

61% das Unidades de Conservação na Amazônia Brasileira sofrem processos minerários

Em MG, 228 barragens são de alto risco, 42 não tem estabilidade garantida e, destas, 25 são da Vale

Quem é quem nas discussões do Novo Código da Mineração: saiba quanto cada político recebeu das mineradoras

De quanto deve ser a multa? A Samarco é a empresa com o quinto maior lucro líquido do Brasil

Exemplo do contador utilizado diariamente na página do Facebook:

Alguns infográficos publicados