Alguns cursos, eventos, palestras e webinars dados por mim, Maurício Angelo, fundador do Observatório da Mineração. Tenho treinado jornalistas dentro e fora do Brasil sobre os temas investigados pelo Observatório. Para propostas, entre em contato.

Professor Convidado – Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP)

Estou ministrando aulas como professor convidado para a Pós-Graduação em Jornalismo Investigativo do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

O foco é em Mineração, Setor Extrativo e Socioambiental, a partir do meu trabalho no Observatório da Mineração, com exemplos práticos de reportagens, técnicas de investigação, bastidores, dados e estudos.

O Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP) é um centro de excelência no ensino, pesquisa e extensão com sedes em Brasília e São Paulo. Criado há mais de 20 anos, é uma das instituições de ensino superior mais respeitadas do Brasil, contribuindo diretamente para as transformações sociais, políticas e econômicas do nosso país. Oferece excelência acadêmica em seus cursos de graduação, especialização, extensão, mestrado e doutorado.

Seminário Internacional do Sindifisco Pará: Justiça Fiscal, Desigualdade e Desenvolvimento

Fui um dos palestrantes convidados deste Seminário Internacional do Sindifisco Pará realizado em dezembro de 2021. Falei sobre “Perspectiva para o Brasil e para a Amazônia avançarem no seu processo de desenvolvimento e o
papel da tributação mineral”.

Curso “Corrupção e Crimes Ambientais: de Brasília até a Floresta”

Fui um dos palestrantes desse curso oferecido pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Transparência Internacional e Konrad Adenauer e falei sobre “Cadeias produtivas, lobby e corrupção: o que descobrimos e como investigamos?”, baseado na minha experiência no Observatório da Mineração.

Workshop – Guyana – Pan American Development Foundation

Em 2021, ministrei dois workshops para jornalistas investigativos da Guiana com foco no setor extrativo a convite da Pan American Development Foundation (PADF) e estou disponível para desenvolver treinamentos específicos para jornalistas e pesquisadores em qualquer lugar do mundo. Entre em contato.

I Encuentro Latinoamericano de Periodismo para Investigar la Corrupción

Participei do I Encuentro Latinoamericano de Periodismo para Investigar la Corrupción, desde diversas miradas, organizado pelo Convoca, site investigativo do Peru e a Escuela de Investigación Periodística y de Datos, para falar sobre “Conflitos de Interesse e Impacto Social nas Indústrias Extrativas” e o meu trabalho no Observatório da Mineração ao lado de colegas do Peru e da Venezuela. Leia a cobertura publicada no Observatório e assista a apresentação.

Webinar Series: Mineração e violação de direitos humanos: ensinamentos para o mundo pós Covid-19 – Universidade de São Paulo (USP)

Participei de um webinar do Grupo de Direitos Humanos e Empresas da Universidade de São Paulo (USP) para discutir as violações de direitos humanos de mineradoras durante a pandemia.

Assista:

Publicamos diversas matérias sobre trabalhadores submetidos a condições precárias, mineradoras, violações de direitos, lobby e lucro. As matérias embasaram denúncia aceita pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

11th Global Investigative Journalism Conference

Apresentei o projeto do Observatório como palestrante convidado em dois painéis na mais recente (2019) conferência mundial de jornalismo investigativo, realizada na Alemanha pela Global Investigative Journalism Network

No primeiro painel, “Digging into the Extractives Industry“, falei ao lado de colegas do Natural Resource Governance Institute, que lançou um novo guia para que jornalistas interessados em cobrir mineração e extrativismo possam se basear.

Participaram também Milagros Salazar, fundadora do site Convoca, do Peru, Khadija Sharife, investigadora da OCCRP na África do Sul, Stephen Nartey, de Gana e a moderadora Anya Schiffrin, dos Estados Unidos, uma das autoras desse material da GIJNEssa notícia também apresenta algumas das fontes citadas e as dicas que compartilhamos.

No segundo, “Investigating Disasters“, falei ao lado de colegas de Porto Rico, Nepal e Moçambique sobre como o Brasil consegue criar seus próprios desastres e o quê os casos de Mariana e Brumadinho representam. Leia mais detalhes sobre a participação no evento.

Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) – Banca Examinadora

Participei como avaliador convidado da Banca Examinadora do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) “Cadê o meu lugar?”: a chegada da Zona da Mata Mineração em Teixeiras, Minas Gerais”, de Rafael Campos e Taynara Ferreira. A banca foi composta por mim, Maurício Angelo, editor do Observatório, Adriana Bravin, professora da Universidade Federal de Ouro Preto e Thiago Silva.

Homa – Centro de Direitos Humanos e Empresas – Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Fui convidado a participar, como editor do Observatório da Mineração, do debate sobre a criação de uma Lei Marco em Direitos Humanos e Empresas, ideia encampada pelo Homa da UFJF e diversas entidades representativas da academia, do terceiro setor e de movimentos sociais. A ideia é que essa lei seja construída a partir de um debate amplo com a sociedade.

Fraturas Extrativistas na América Latina

Participei da mesa de encerramento desse grande ciclo de debates com pesquisadores e participantes de toda a América Latina. Debate disponível no YouTube.

Universidade Federal de Goiás (UFG) – Retrata Fórum Visual

Convidado pela UFG, falei sobre o trabalho no Observatório da Mineração na cobertura do desastre de Mariana, em evento que contou também com a presença do fotógrafo Leandro Couri, do Estado de Minas.

Entrevistas recentes

O lobby da mineração é poderoso e responsável direto por tudo que acontece na ponta. Conversei com o André Trigueiro para o Cidades e Soluções da Globo News de 05 de dezembro de 2021 sobre o Novo Código de Mineração. O programa pode ser assistido na íntegra aqui.

Na Globo Minas, MGTV2: contribuí para essa matéria de janeiro de 2022 sobre a ampliação de vida útil de uma barragem da Vale em Nova Lima com uma fala abordando o fato de que as mineradoras controlam o licenciamento e não são fiscalizadas. Também comentei nesta outra matéria, da mesma semana, sobre o caso da barragem e do muro de contenção da Vale em Macacos, perto de BH. Áreas foram tomadas pela lama das chuvas. Dezenas de moradores foram expulsos de casa desde 2019. Prazos para “fechar” barragens não serão cumpridos.

Convidado pelo Le Monde Diplomatique, falei sobre o lobby internacional e as articulações do governo Bolsonaro envolvendo mineração em terras indígenas. Veiculado no canal da Rede TVT e PUC TV.

Podcast “Roteirices”, do jornalista Carlos Alberto Jr, para falar sobre a história do Observatório da Mineração, os bastidores, o lobby, o estado do jornalismo e as investigações feitas pelo site.

Canal do jornalista Luís Nassif para falar sobre a cobertura do Caso Samarco e a série de matérias especiais que publiquei sobre o novo sistema de indenização criado pelo juiz federal responsável e as denúncias na bacia do Rio Doce:

Podcast “Um Rio que Mudou de Cor” da WWF Brasil

O garimpo ilegal pode significar sorte e riqueza para alguns, mas para comunidades indígenas, trabalhadores explorados, rios e cidades do entorno, ele é sinônimo de contaminação e morte. Com apresentação de Priscila Tapajowara, direto de Santarém, oeste do Pará, na beira do Tapajós, o podcast contou em oito episódios como essa realidade se construiu ao longo do tempo na Amazônia por meio de depoimentos de indígenas, procuradores, garimpeiros, ativistas e especialistas. Eu, Maurício Angelo, fui um dos entrevistados.