Documentário “Minas D’Águas” mostra o impacto da mineração nas comunidades

“O documentário mostra os impactos gerados pela mineração nas comunidades, principalmente em relação à água, no quadrilátero ferrífero (ou aquífero), pois onde está o ferro está a água. A região já conta com mais de 300 minas de ferro a céu aberto de quilômetros de extensão que consomem todo o aquífero existente. A Serra do Gandarela, última serra intacta ainda, responsável por fornecer 60% da água que abastece a região metropolitana de BH está também ameaçada. O filme traz uma grande reflexão sobre o tema e lança uma pergunta: O que é mais importante, o minério ou a água?”

Assista:

Maurício Angelo

Jornalista investigativo especializado em mineração, Amazônia, Cerrado, Direitos Humanos e crise climática. Fundador do Observatório da Mineração. Como freelancer, publicou matérias na Mongabay, Repórter Brasil, Intercept Brasil, Pulitzer Center, Thomson Reuters Foundation, Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP), Unearthed, Folha de S. Paulo, UOL, Investimentos e Direitos na Amazônia e outros. Vencedor do Prêmio de Excelência Jornalística da Sociedade Interamericana de Imprensa (2019).

One thought to “Documentário “Minas D’Águas” mostra o impacto da mineração nas comunidades”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *