Vale mantém funcionários em risco enquanto anuncia doação de 5 milhões de testes para o coronavírus (com Intercept)

Em parceria com o Intercept Brasil, mostramos registros internos de trabalhadores da Vale aglomerados em alojamentos, trocas de turno, ônibus e instalações da empresa no Pará. Em Minas Gerais, os riscos se repetem. 2 funcionários da Vale já foram diagnosticados com coronavírus, em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

Em outros lugares do mundo, como Canadá, Malásia e Moçambique, a Vale já diminuiu ou paralisou operações. A empresa tem mais de 55 mil funcionários no Brasil. Enquanto mantém operários em risco, a mineradora anunciou que irá comprar 5 milhões de kits de testes rápidos para o novo coronavírus e doar ao governo brasileiro.

Leia a matéria completa.

Maurício Angelo

Jornalista investigativo especializado em mineração, Amazônia, Cerrado e conflitos socioambientais. Fundador do Observatório da Mineração. Como freelancer, publicou matérias na Mongabay, Repórter Brasil, Intercept Brasil, Pulitzer Center, Thomson Reuters Foundation, Folha de S. Paulo, UOL, Investimentos e Direitos na Amazônia e outros. Vencedor do Prêmio de Excelência Jornalística da Sociedade Interamericana de Imprensa (2019).

4 thoughts to “Vale mantém funcionários em risco enquanto anuncia doação de 5 milhões de testes para o coronavírus (com Intercept)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *