Vale mantém funcionários em risco enquanto anuncia doação de 5 milhões de testes para o coronavírus (com Intercept)

Em parceria com o Intercept Brasil, mostramos registros internos de trabalhadores da Vale aglomerados em alojamentos, trocas de turno, ônibus e instalações da empresa no Pará. Em Minas Gerais, os riscos se repetem. 2 funcionários da Vale já foram diagnosticados com coronavírus, em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

Em outros lugares do mundo, como Canadá, Malásia e Moçambique, a Vale já diminuiu ou paralisou operações. A empresa tem mais de 55 mil funcionários no Brasil. Enquanto mantém operários em risco, a mineradora anunciou que irá comprar 5 milhões de kits de testes rápidos para o novo coronavírus e doar ao governo brasileiro.

Leia a matéria completa.

Maurício Angelo

Jornalista investigativo especializado em mineração, Amazônia, Cerrado, Direitos Humanos e crise climática. Fundador do Observatório da Mineração. Como freelancer, publicou matérias na Mongabay, Repórter Brasil, Intercept Brasil, Pulitzer Center, Thomson Reuters Foundation, Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP), Unearthed, Folha de S. Paulo, UOL, Investimentos e Direitos na Amazônia e outros. Vencedor do Prêmio de Excelência Jornalística da Sociedade Interamericana de Imprensa (2019).