Em parceria com o Intercept Brasil, Observatório mostra a pressão da Vale/BHP para que prefeitos desistam de ações judiciais no Brasil e exterior no caso de Mariana

No Intercept Brasil, acabo de publicar uma reportagem que mostra em detalhes como a Vale/BHP/Samarco pressiona prefeitos de cidades atingidas para tentar faze-los desistir de ações judiciais no Brasil e no Reino Unido. Pela Fundação Renova, as maiores mineradoras do mundo colocaram como condição do pagamento de indenização para os gastos extras que as prefeituras tiveram logo após o rompimento da barragem em Mariana, em 2015, um termo de quitação que veda ações judiciais. A Renova não só descumpriu o acordo de pagamento como surgiu na mesa com este termo, considerado abusivo por todas as partes ouvidas.

Entenda o caso na reportagem especial.

AJUDE A MANTER ESTE OBSERVATÓRIO

No momento, o Observatório da Mineração é mantido e financiado com recursos próprios do seu fundador, Maurício Angelo, repórter especial e responsável pelo projeto. E por instituições aliadas que acreditam na necessidade de um jornalismo investigativo para o bem comum.

Os projetos, relatórios, aulas e parcerias ajudam a manter o site ativo e aberto ao leitor, mesmo com os custos enormes de tempo, dedicação e dinheiro que o Observatório da Mineração exige.

Estamos buscando novos parceiros e financiadores, desde que alinhados com o nosso propósito, histórico e perfil. Leia mais sobre o impacto alcançado até hoje pelo Observatório, as aulas que ministramos e entre em contato.

Aos leitores: estamos avaliando um modelo de financiamento coletivo. Apoie o site seguindo nas redes sociais (Twitter, Youtube, Instagram e Facebook) e compartilhando o conteúdo com os seus amigos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *